AE - divulgação.2019.12

Participe do curso on-line Argumentative Essay e aprenda a organizar seu texto na Composition!

O curso é a respeito do quesito “organização do texto e desenvolvimento do tema” da Composition, da prova de inglês de segunda fase.
Composition vale 50% da nota total da prova de inglês de segunda fase, e o quesito “organização do texto e desenvolvimento do tema” vale metade da nota dessa tarefa. Isso significa que esse quesito, sozinho, vale 25% da nota total da prova de inglês: mais do que a Translation Part B, mais do que o Summary e mais do que a Translation Part A. 
Ou seja, para ter uma boa nota na prova de inglês de segunda fase, é preciso saber como a banca examinadora espera que os candidatos organizem esse texto e desenvolvam o tema, e para isso é fundamental conhecer as convenções associadas ao gênero textual argumentative essay.

Inscrições abertas para a turma de dezembro! Para mais informações, escreva para contato@cacdingles.com!

Cheers!

CACD-aid.2019

Quer ajuda na interposição de recursos contra os resultados provisórios da prova de segunda fase de língua inglesa? Envie sua prova e seu espelho para contato@cacdingles.com!

Analisarei as possibilidades de interposição de recursos, principalmente no que diz respeito ao quesito “correção gramatical e propriedade da linguagem” das quatro tarefas.

Esse serviço é oferecido free of charge! Só peço que, depois, os candidatos me enviem as respostas aos recursos.

Cheers!

 

Argumentative Essay

Na tarefa Composition, na prova de inglês de segunda fase, a banca examinadora espera que os candidatos desenvolvam um texto no gênero argumentative essay, que tem convenções bastante específicas no que diz respeito à forma como o texto deve ser organizado. Conhecer as convenções desse gênero textual é, portanto, essencial para garantir uma boa nota no quesito “organização do texto e desenvolvimento do tema”, que vale 50% da nota total da Composition.

No curso on-line Argumentative Essay, você aprenderá como organizar melhor suas compositions, em termos de pre-writing, while-writing e post-writing activities. Daremos atenção especial às convenções associadas à escrita da introduction, dos argumentative paragraphs e da conclusion.

Após o curso, você pode ter uma redação avaliada pela professora, com correções detalhadas e sugestão de plano de estudos: basta contratar o pacote curso + correção.

Não há lista de espera para este curso, mas as vagas são limitadas. Para receber mais informações sobre o curso e garantir sua vaga, escreva para contato@cacdingles.com!

Cheers!

Curso Regular CACD 2020

Estou abrindo algumas vagas para o Curso Regular para o CACD 2020!

Se você está na lista de espera para esse curso, fique de olho em sua caixa de e-mails.

Nosso curso regular é particular, à distância, com base em simulados e contínuo.

Quer mais informações? Acesse cacdingles.com ou escreva para contato@cacdingles.com.

Agora que já comentei cada item de cada questão da prova de inglês, deixo, aqui, algumas breve impressões mais gerais sobre a prova objetiva de língua inglesa deste ano, pensando, principalmente, no que podemos aprender para as próximas provas.

Por ter um total de seis textos, alguns longos e mais complexos em termos semânticos, a prova deve ter sido mais cansativa que a do ano passado (quando a prova teve cinco textos, mas apenas um deles de maior extensão) e mais difícil de concluir dentro de um tempo que não prejudicasse as outras disciplinas. No entanto, um dos textos longos, o texto VI, nem precisava ser lido na íntegra, já que todos os itens da questão sobre o texto eram sobre vocabulário. Os candidatos que leram a questão antes de ir ao texto podem ter economizado tempo aqui; a leitura da questão antes da leitura do texto correspondente pode ser uma boa estratégia de prova.

A maior parte dos textos estava relacionada a discussões sobre diplomacia, e não é surpreendente que, ao menos com base no que me disseram alguns alunos, os textos considerados mais difíceis são os que não versavam sobre esse tema — em particular, o texto sobre My Fair Lady. Para a prova de primeira fase, é importante estar preparado para qualquer tipo de texto: por exemplo, a prova apresentou, em 2015, um texto literário (quem não se lembra de Orlando, de Virginia Woolf? rs) e, em 2012, um texto sobre astronomia. Toda e qualquer leitura na língua inglesa contribui para o incremento de várias competências no idioma, e ter contato com campos semânticos e campos associativos diversos pode ser uma vantagem na prova.

Assim como em outros anos, as vocabulary-related questions vieram em grande número: mais de 50% dos itens testavam exclusivamente os conhecimentos lexicais dos candidatos. Não me cabe discutir se isso é justo ou se isso de fato avalia quem deve ir para a segunda fase (ou, em última instância, tornar-se um diplomata): o que acho importante destacar é que, para este concurso, não adianta só estudar gramática de forma sistematizada; é preciso dar o mesmo tratamento aos estudos de vocabulário. Até porque a resolução das reading comprehension questions (que somaram quase 40% da prova este ano) também requer boa competência lexical.

Cheers!

Selene Candian

 

 

(Alterações feitas no item 2 em 28/08, às 13h30 e às 20h20.)

Icones-sem-marca_Com-papel-Sombra_TPS

Questão 43. Considering the grammatical and semantic aspects of text VI, decide whether the following items are right (C) or wrong (E).

1. The word “aegis” (l. 36) could be replaced by auspices in this particular context.

O item está CERTO. Under the aegis ofunder the auspices of têm o mesmo sentido.

2. The idiom “Across the pond” (l. 19) could be replaced by Overseas, without altering the meaning of the sentence.

Apesar de across the pond ser uma referência específica ao Oceano Atlântico — na verdade, ao Atlântico Norte (Oxford English Dictionary) — e overseas ter um sentido mais amplo, não há mudança de sentido no período em questão, e o que o item afirma é que a substituição não mudaria o sentido daquele período específico. Assim, o item está CERTO.

*O gabarito preliminar deu o item como errado.

3. The word “simmering” (l. 15) could be replaced by vocal without altering the general meaning of the passage.

O item está ERRADO. No texto, simmering quer dizer “to be in a state of gentle activity; to be on the verge of becoming active or breaking out” (Oxford English Dictionary). Vocal não tem esse sentido.

4. The phrase “obtain more” (l. 10 and 11) could be correctly replaced by accrue, without altering the meaning of the passage.

Esse é um item que eu definitivamente deixaria em branco. Em termos de sentido, a subtituição até seria possível, já que accrue pode querer dizer “to accumulate or be added periodically” (Merriam-Webster’s Online Dictionary). O problema, contudo, é que, nesse sentido, accrue é considerado intransitive, o que impossibilitaria sua complementação por um direct object como “short-term influence” (veja aqui e aqui) Ou seja, gramaticalmente, deveria ser “(…) that short-term influence can accrue”. Inclusive, no CACD 2015, uma candidata escreveu “(…) in order to accrue as many followers as possible” e foi penalizada pelo uso transitivo do verbo nesse sentido.

O item fala apenas que a substituição não deve alterar o sentido da passagem, mas esse é um item de uma questão que pede para considerar os aspectos semânticos e gramaticais do texto VI. Eu acredito que a banca vai dar a questão como certa, considerando apenas a questão semântica, como já o fez em 2010 (comentei o caso aqui).

Cheers!

Selene Candian